fbpx
Close

Hepatites virais podem causar danos ao fígado

  • Home
  •  / 
  • Blog
  •  / 
  • Fígado
  •  / 
  • Hepatites virais podem causar danos ao fígado

As Hepatites Virais podem levar à Cirrose ou ao Câncer de Fígado.

Hepatite é uma doença que inicia um processo de degeneração do fígado, que pode ter ligação com qualquer vírus ou agentes tóxico, como a bebida, por exemplo. Os tipos de hepatites virais representam uma ameaça diferente ao homem. Isto porque o próprio sistema imunológico do infectado começa a combater os hepatócitos (principais componentes da unidade funcional do fígado), contaminados pelo vírus ou agente. É quando o fígado começa a se deteriorar.

Então, as hepatites virais podem causar danos ao fígado? Sem sombra de dúvida. Vejamos alguns casos:

___

Hepatites virais: Hepatite A

Transmitida pelo “HAV – Hepatitis A Virus”, a doença é contagiosa, podendo ser transmitida através da água ou alimentos infectados. Também, por meio de um ingênuo aperto de mãos com qualquer pessoa portadora da doença. O suor e outros fluidos são as formas como se espalha.

É muito comum em regiões onde o saneamento básico é inexistente. Nestas circunstâncias, pode se transformar em uma epidemia.

Muitas pessoas podem, inclusive, portar o vírus e não perceber. Isto porque o HAV pode estar incubado no corpo por até 50 dias. Mesmo que não haja sintomas, desta forma, o portador transmite o vírus.

Alguns dos sintomas principais da HAV são vômito, urina escura, fezes esbranquiçadas e olhos amarelos.

Dentre as formas de se evitar a transmissão do vírus, destacam-se a higiene pessoal e consumo ou ingestão de água e alimentos muito bem limpos.

___

Hepatites virais: Hepatite B

Entre as hepatites virais, ainda pode-se citar a hepatite B. Ela é uma doença cujo contágio ocorre através do contato com o sangue infectado pelo vírus “Hepatitis B Virus”. Desta forma, uma transmissão de hepatite B pode acontecer por meio da relação sexual sem o uso de preservativos; da transfusão sanguínea (onde haja contato com um sangue contaminado) e na utilização de materiais médicos e cirúrgicos não esterilizados.

O vírus da Hepatite B é um pouco mais perigoso que os outros, tendo em vista que pode permanecer fora do corpo humano por até uma semana. Desta maneira, as possibilidades de um contágio ao menor contato com um equipamento ou sangue contaminado são bem maiores que o da hepatite A.

O HBV também traz consequências mais graves incluindo o fígado, tais como a insuficiência hepática, a cirrose ou, ainda, o câncer de fígado. Em muitos casos, o portador pode estar com a doença por muitos anos, sem qualquer tipo de sintoma, e transmitir o vírus sem saber.

Portanto, todo cuidado é pouco. Para preveni-la, somente através do não contato com utensílios ou sangue contaminado e, também, por meio de vacina.

___

Hepatites virais: Hepatite C

Esta é a forma mais severa das hepatites virais, sendo o seu contágio também pelo sangue e pelos meios idênticos aos da hepatite B. Neste tipo de hepatite, é certo a probabilidade de uma cirrose ou um câncer no fígado já em desenvolvimento.

A Hepatite C, ao contrário, da B não tem vacina, visto que o vírus apresenta grande taxa de mutação. O tratamento da hepatite C consiste no uso de medicamentos via oral que impeçam a replicação viral. E a prevenção, é a única forma de controle sobre a doença.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como gastroenterologista em Belo Horizonte!

___

Leia também:

Gordura no Fígado: diagnóstico e tratamento

Como acabar com a Gastrite

Fígado Gorduroso: e agora?

Como tratar a cirrose?

Cirrose: sintomas, causas e tratamentos

Quando procurar um gastroenterologista

Cirrose hepática: o que é?

___

Fonte: www.uptodate.com

Posts Relacionados

Deixe uma resposta